A época de desempregos também é propícia para muitas pessoas investirem tempo em pensamentos e ideias no seu próprio negócio, como as startups. Mas, é preciso ter foco, planejamento, organização e principalmente inovação para não arcar com o “fracasso” financeiro e jurídico. Confira as entrevistas que a Dra. Carolina Di Lullo, da Giugliani Advogados, sobre os primeiros passos para quem pretende começar a sua startup e os cuidados que são preciso tomar:


voltar