Há quem acredite que contratar uma assessoria jurídica empresarial esteja limitado à momentos específicos como processos trabalhistas e outras negociações, no entanto, as empresas que buscam mais tranquilidade em sua gestão podem contar com um modelo de consultoria que além de preventiva, é assertiva e efetiva aos mais diversos entraves do cotidiano empresarial. Para deixar isso mais claro, a Dra. Beatriz Dainese elencou as 7 principais razões para contratar uma assessoria jurídica para a sua empresa.

1. Planejamento: A assessoria jurídica empresarial pode atuar com planejamento societário e sucessório, análise e adequação do melhor regime tributário para a sua empresa com a atuação em parceria com os contadores em busca do melhor planejamento tributário para a sua empresa.

2. Segurança jurídica e prevenção: A principal função da advocacia preventiva é oferecer segurança jurídica à empresa para que os esforços possam ser direcionados ao crescimento financeiro da organização, assim, as decisões estratégicas ganham mais segurança.

3. Contratos: A base de qualquer relação comercial está pautada na elaboração de contratos, que precisam ser cuidadosamente elaborados e analisados para evitar possíveis danos futuros, por isso, a assessoria jurídica empresarial auxilia na elaboração de contratos das mais diferentes naturezas, como: contratos bancários, contrato de compra e venda de imóveis, contratos de locação, contratos de prestação de serviço, contratos de intermediação, entre outros.

4. Renegociação de dívidas: A renegociação amigável e até mesmo preventiva das dívidas bancárias da sua empresa é extremamente importante e urgente porque pode significar a sobrevivência ou a falência da empresa, especialmente aquelas empresas que estejam endividadas com bancos. É possível reduzir significativamente o endividamento com a análise dos contratos já firmados e dos que venham a ser firmados para que não sejam realizadas cobranças ilegais e abusivas.

5. Defesas judiciais: A advocacia, como defesa de pessoas, direitos e bens é indispensável para que se façam cumprir as normas constitucionais e infraconstitucionais, mantendo a ordem do estado democrático de direito.

6. Segurança negocial: Empresas que contam com a advocacia preventiva tem como base a percepção e o controle dos riscos e, principalmente, a minimização dos prejuízos e a elevação de ganhos para o empresário, por meio de ações preventivas específicas para cada ramo de atividade.

7. Economia: a atuação de uma assessoria jurídica não apenas técnica, mas voltada para a gestão legal do negocio de cada cliente, visa reduzir as ineficiências da transação e consequentemente, trazer economia e sustentabilidade à atividade empresarial. Toda essa economia para empresas é de certa maneira uma estratégia econômica e política dos grandes negócios, que visam à segurança e também os lucros.

Os dilemas empresariais são muitos, e podem ainda ser agravados quando não possuem um um bom acompanhamento jurídico. Por isso, desde a nossa fundação em 2003, oferecemos aos nossos clientes nacionais e internacionais, uma assessoria altamente especializada, com profissionais que associam a experiência acadêmica à vivência prática para traçar as melhores estratégias em cada um dos casos atendidos, em todas as áreas do direito, em especial, nas áreas de direito trabalhista, direito tributário e direito cível (contratos e societário).

 

voltar